Janela do Conhecimento
Menu
xPrincipal
Voltar a p?gina anterior

UM CARÁTER TÃO PERFEITO

            Vivemos em uma época que a palavra “caráter” está desgastada, alguns devem pensar ser alguma marca da moda.

 

            Estamos atribulados em nossas funções diárias, e o caráter, por sua natureza correta não deixa alternativa, não se desviar um pouco do caminho.

 

             O perigo é este: se desviarmos um pouco hoje, e amanhã talvez só um pouquinho, acabe esquecendo para que sirva o caráter.

 

             Ele não mudou seu caráter nem mesmo para salvar sua vida, o mundo jamais conheceu coração tão puro.

 

              O Seu caráter era real, não havia mudanças, nunca se viu caráter tão perfeito, não havia desvios, somente um caráter único perfeito.

 

              Sua audição Espiritual era tão aguçada que jamais deixou de ouvir um sussurro celestial.

 

jesus

 

              Sua misericórdia era tão abundante que nunca perdeu uma chance de perdoar com a maior sinceridade.

 

           Nenhuma mentira saiu de seus lábios, nenhuma distração atrapalhou sua visão, sempre soube o que teria de fazer.

 

              Ele tocou os doentes de espírito de corpo, enquanto outros se afastaram, e o acusaram por perdoar e curar.

 

              Ele suportou toda a dor enquanto outros se afastaram, o condenaram por ter caráter, por amar, por sua sinceridade, por dizer Eu Sou Filho de Deus.

 

            “Jesus inexplicável, filho de Deus, o princípio era Ele, deu-nos amor, recebeu ódio, perdoou-nos ainda na cruz, procura por nós e é desprezado, sorrindo vem e é motivo de chacotas, Este é Simplesmente Jesus”.

 

 

              Sofia Quadros.