Janela do Conhecimento
Menu
xPrincipal
Voltar a p?gina anterior

O PODER OCULTO DAS ERVAS QUE CURAM E EVITAM NOVAS DOENÇAS

 

 

O PODER OCULTO DAS ERVAS QUE CURAM E EVITAM NOVAS DOENÇAS

 

   Quando optamos por curas alternativas através das ervas e plantas estamos entrando com o maior poder possível para combater as moléstias.

 Todas as plantas têm o que se chama de lado oculto. Na verdade elas mantém o equilíbrio do nosso corpo, não só curando, mas também evitando novas doenças.

 

 

A

         As ervas e raízes agem combatendo inflamações com grande poder. Os remédios naturais têm sido usados a mais de 7 mil anos, por vários povos, e sua eficácia sempre teve comprovação.

 

A

 

 

           As inflamações são caracterizadas por dores nas articulações e rigidez, além de sintomas como febre, calafrios, fadiga, dor de cabeça, falta de apetite e rigidez muscular.

 

A

 

 

Alcaçuz: fortemente adocicado, conhecido há mais de três mil anos na Europa e na Ásia. Com seu sabor cerca de 15 vezes mais doce do que a cana, é usado há milênios para combater irritação na garganta, crise de tosse. Tem efeitos benéficos para combater úlceras gástricas, bronquite e artrite. Possui ação antisséptica e é um poderoso antiinflamatório. 

 

A

 

Como usar: Use 3 gramas (1 ½ colher de sopa) da raiz seca do alcaçuz, cortada em pedaços pequenos. Esquente água para 1 xícara de chá. Desligue o fogo antes de atingir a fervura. Deixe a raiz na água durante 15 minutos. Faça essa decocção 2 vezes ao dia e beba antes das refeições.

 

A

 

Guaco: originária do Sul do Brasil, a planta era muito usada pelos índios para tratar picadas de cobra. Mas ficou famosa mesmo pelos efeitos contra males respiratórios, cada vez mais confirmados pela ciência. Aclamadas por aliviar sintomas de bronquite, asma, tosse, e doenças respiratórias. Reduz o processo inflamatório e têm ação antimicrobiana.

 

A

 

 Como usar: Para acalmar o peito: despeje 1 xícara de chá de água fervente sobre 1 colher de sopa de folhas picadas. Abafe por 10 minutos e coe. Tome duas vezes por dia.

 

 

A

 

 

 

Malva: na Itália renascentista era considerada um antídoto contra todos os males. Ela possui propriedades antiinflamatórias e antibacterianas.

 

 

A

 

 Como usar: uma colher de sopa da erva para 1 xícara de chá de água fervendo; espere ficar morno e pode tomar uma vez ao dia; pode ser usada em compressas sobre a pele como antisséptica.

 

 

A

 

 Unha- de- Gato: tem forte ação antiinflamatória e analgésica. Seus compostos também estimulam a produção de células brancas, fortalecendo o sistema imunológico. É muito indicada para resfriado e infecções recorrentes, eliminando os focos de inflações persistentes.

 

 

A


         

Como usar: uma colher de sopa de raízes ou entrecasca do cipó seco para cada xícara de água, tomar uma vez, pela manhã.

 

Óleo de Girassol: uma massagem relaxante ajuda a diminuir a inflamação. Recomenda-se uma massagem relaxante de 10 a 20 minutos diariamente, você mesmo pode fazer a massagem. Esfregue as articulações e músculos doloridos com 1/2 xícara de óleo de girassol antes de tomar banho.

 

 

A

 

 

Uma excelente receita antiinflamatória: cozinhe 100g de grão de bico, adicione 1 colher de chá de açafrão, depois misture com 50 g de castanhas de caju e coentro - (pode comer frio ou morno).

 

A

 

OBSERVAÇÃO: mulheres gravidas e crianças pequenas precisam de orientação médica sobre o uso das ervas e plantas.

 

 

A

 

Com carinho,

Ester de Susan

A 

 

Fonte pesquisada: BOTÂNICA OCULTA E MEDICINAL         Autora: NINA GREGUER